quinta-feira, 16 de abril de 2015

Início Do Sec. XXI Marcado Por Suspeitas Sucessivas. Esta Veio De Espanha ...

O fisco espanhol está a investigar Rodrigo Rato, antigo director-geral do FMI, por suspeita de branqueamento de capitais em paraísos fiscais.
Os factos remontam a 2012, ano em que o também ex-presidente do Bankia recorreu a uma amnistia fiscal para regularizar o património, à semelhança de muitos outros contribuintes. De acordo com a imprensa espanhola, os casos suspeitos – mais de 700 – foram enviados para a SEPBLAC, Comissão de prevenção do branqueamento de capitais.
Os investigadores estarão agora a tentar confirmar se existem indícios de delito.
RR já desmentiu ter sociedades em paraísos fiscais.
Luis de Guindos, ac
tual ministro da Economia e Finanças não comenta o caso. Diz, apenas, que “as instituições do Estado vão cumprir as obrigações legais.”

Será um bom indicador descobrir muito do que estava escondido? Ou os homens perderam definitivamente a vergonha ?