sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Túnel Do Tempo

Apenas uma folha ao vento,
no túnel do tempo, solta,
a vida é apenas um momento
entre alegrias e tristezas
de quem nas vitórias perdeu
o sentido maior de crescer.

Passageiro de seu destino,

segue só, ao sabor de viver
sem um rumo seu e verdadeiro,
escravo de um futuro incerto,
vivendo a vida no presente
e olhando o tempo que passou.

Caminha para o nada e o escuro,

mas quem sabe sejam as trevas
a luz dessa vida que nos leva
desse mundo tão cheio de misérias.

Victor Motta 

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Notícias Ao Fim Da Tarde

A Persistência Na Asneira

Rendas inacessíveis de Lisboa e Porto alargam-se ao resto do país
Ainda só há 78 contratos assinados no âmbito do Programa de Arrendamento Acessível. A diferença entre rendas e rendimentos é cada vez maior e afecta a cada vez mais territórios.
Desde que entrou em vigor, no passado dia 1 de Julho, o Programa
de Arrendamento Acessível  (PAA) ainda nem chegou aos 100 contratos de arrendamento em todo o país.

Feliz Por Nada

Benditos os que conseguem se deixar em paz. Os que não se cobram por não terem cumprido suas resoluções, que não se culpam por terem falhado, não se torturam por terem sido contraditórios, não se punem por não terem sido perfeitos. Apenas fazem o melhor que podem.

(...) Particularmente, gosto de quem tem compromisso com a alegria, que procura relativizar as chatices diárias e se concentrar no que importa pra valer. (...) Mas não estando alegre, é possível ser feliz também. Não estando “realizado”, também. Estando triste, felicíssimo igual. Porque felicidade é calma. Consciência. É ter talento para aturar o inevitável, é tirar algum proveito do imprevisto, é ficar debochadamente assombrado consigo próprio: como é que eu me meti nessa, como é que foi acontecer comigo? Pois é, são os efeitos colaterais de se estar vivo.

Se é para ser mestre em alguma coisa, então que sejamos mestres em nos libertar da patrulha do pensamento.

Martha Medeiros

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Notícias Ao Fim Da Tarde

Portugal: Um Atraso Irrecuperável

  Precisamos de 6 anos para atingir os valores do PIB per capita da Estónia, 12 anos os da República Checa, 23 anos os da Espanha, 37 anos os do Reino Unido, 44 anos os da Bélgica, 57 anos os da Holanda e 68 anos os da Irlanda.

Jorge Fonseca de Almeida, J Negócios 

Detectado O Maior Buraco Negro Perto Da Terra

O corpo extremamente denso e escuro situa-se a 700 milhões de anos-luz da Terra.

O maior buraco negro alguma vez detectado a menos distância da Terra terá uma massa equivalente a 40 mil milhões de vezes a do Sol, estimam os astrónomos que fizeram a descoberta, divulgada esta terça-feira.

A massa do buraco negro foi calculada de forma directa por uma equipa do Instituto Max Planck de Física Extraterrestre e da Universidade de Munique, na Alemanha.

O corpo extremamente denso e escuro situa-se no centro da galáxia Holmberg 15A, no “coração” do aglomerado de galáxias Abell 85, a 700 milhões de anos-luz da Terra, sendo o maior buraco negro que está a menos distância do planeta.

Esta É A Frase

Outra vez? Os partidos rachados ao meio, a sociedade dividida, tensões dispensáveis num projecto que em tudo o prejudicaria? Portugal não merece nem necessita de um assalto chamado regionali

Boa Noite !

             
Uma boa noite de descanso para você e acredite que o amanhã será melhor.
                
                    (autor desconhecido)

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Notícias Ao Fim Da Tarde

>Dono da Zara compra sede da McKinsey, em Londres, por 700 milhões

>Mais de 100 mil pessoas recebem Prestação Social para a Inclusão

>PM israelita faz visita a Lisboa onde se reúne com chefe da diplomacia dos EUA

>Acidente com quatro carros em Loulé corta Via do Infante. Várias crianças entre os feridos







Esta É A Frase

O ensino profissional "é uma das melhores formas de qualificação num futuro incerto"


O 25 de Abril trouxe uma revolução em vários campos da sociedade em Portugal e a educação não foi exceção. Após esta data, o ensino técnico-profissional desapareceu, para depois regressar com a lei de bases dos anos de 1980, como uma alternativa para alunos que queriam definir o seu percurso com base na vocação e não nos seus resultados escolares. Contudo, no início do milénio, tudo mudou, com a inclusão deste tipo de ensino nas escolas secundárias - além das escolas profissionais -, onde imperava o modelo liceal. O ensino profissional começou a ser uma alternativa para os alunos com piores resultados e o preconceito intensificou-se.

Quando um aluno do profissional "ingressa no ensino superior, regra geral, revela melhores resultados do que os outros alunos"

 Pensava-se que só ia para este tipo de ensino quem não tinha tido sucesso no científico-humanístico. E não foi para isso que o ensino profissional nasceu. Surgiu como uma necessidade que os Estados encontraram de ter pessoas devidamente qualificadas para profissões. E por isso é que, nos países escandinavos, o profissional tem uma cooperação tão grande com o mundo empresarial. E é cada vez mais visto pela Organização Internacional do Trabalho, pela OCDE e pela UNICEF como uma das melhores formas de qualificação dos jovens no tal futuro incerto, em que não sabemos quais serão as profissões que vão existir. Temos alunos mais felizes e o ensino profissional é promotor do sucesso.

Fonte: DN

Nesta Vida , Adiar É Perder

Quem não sabe viver, adia o instante e perde esse dom. Nesta vida, adiar é perder. Aqui e agora temos o dever de pedir e de agradecer, também o de abraçar e o de deixar ir... o de aprender a viver nesta tempestade de razões e emoções.

Dar é viver e reter é morrer. Mas nem todos são capazes de viver de forma plena, porque muitos são os que não compreendem que a vida se vive em marés de apego e desapego. Mantendo os braços bem abertos... para abraçar, mas também para deixar ir... como se o peito fosse uma janela... por onde importa que a luz, o ar e os outros encontrem caminho...

Viver é apenas amar muito.

José Luis Nunes Martins

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Notícias Ao Fim Da Tarde

>Fisco quer medidas para articulação com serviços centrais, mas plano de atividades já previa operações stop

Paz De Espírito

Dias perfeitos,
Românticos, nublados.
Dias frios,
Quietos, Sossegados.
Uma taça,
Um vinho,
Branco,
Tinto,
Doce,
Suave.
Perfume,
Somente das flores.
À alma,
Paz de espírito.
Aos ouvidos,
Um pouco de Chopin...

(Ana Clara Cabral)

domingo, 1 de dezembro de 2019

Nada Se Passa E Tudo Deve Continuar. Eternamente

De : António Barreto
António Costa não faz a mínima ideia para onde quer levar o seu país. Sabe que quer aguentar mais quatro anos, a fim de… ganhar mais quatro! Também sabe que gostaria que Portugal conseguisse chegar a todos os lugares comuns: mais saúde, mais educação, mais pensões, mais igualdade, mais cultura e mais sossego! Belo programa! Nada se passa e tudo deve continuar. Eternamente.

A liberdade de expressão e o pluralismo têm vindo a conhecer o condicionamento. A publicidade privada e pública domina grande parte da liberdade. Os empregos públicos, a vontade de os ter e o receio de os perder, também. As agências de comunicação, de meios e de publicidade são hoje os verdadeiros executivos do domínio da comunicação, sendo que a última instância do poder reside nas grandes centrais: o Governo, os partidos e os grandes grupos económicos. Entre todos estes, não tenhamos dúvida, o Governo é hoje o grande timoneiro da comunicação social, isto é, o mais feroz condicionamento da liberdade de expressão.

Como nunca antes, o Governo “marca as agendas”, selecciona as notícias e os estudos, escolhe os órgãos de imprensa que fazem jeitos, paga publicidade institucional, não responde a quem procura e investiga, alimenta a maior parte das agências de comunicação que, sem o governo, pouco teriam para fazer. Os noticiários das televisões parecem feitos nos gabinetes dos ministros.

Os órgãos de informação vivem tempos difíceis, dramáticos mesmo. Não só a Internet, os telemóveis e as redes sociais os ameaçam, como a sua dependência é cada vez maior. Uns por vontade e doutrina: alguns jornalistas de esquerda silenciam quase tudo o que não convém aos seus amigos, condenam o que lhes cheira a direita ou a incomodidade. 

A verdade, todavia, é que existe uma espécie de ambiente geral, de clima cultural ou de moda e espírito sempre disponíveis para agradar à esquerda, calar os defeitos, inventar conveniências e fabricar verdades, mas sobretudo condicionar e definir as agendas. Os mesmos lapsos, os mesmos erros, os mesmos defeitos, as mesmas medidas políticas, as mesmas iniciativas, as mesmas mentiras, as mesmas aldrabices e os mesmos roubos cometidos pelas direitas e pelas esquerdas têm tratamentos absolutamente diferentes. 

Condescendência, desculpa ou silêncio para a esquerda, crítica, intransigência e investigação para a direita. Esquecimento para a esquerda, memória para a direita. Nos tempos dos governos de Cavaco Silva não era muito diferente, só que os jornalistas se comportavam então com um pouco mais de liberdade e havia menos agências de comunicação. Os governos de Sócrates eram parecidos, só que mais brutos. Os de Costa refinam.

As ridículas campanhas anti-racistas mobilizam a imprensa e a televisão, até o Parlamento e as autarquias.

Alguns dos protagonistas e muitos dos principais dirigentes políticos actuais, no governo, no partido e em muitas instituições públicas já o eram com José Sócrates. Não é fácil esquecer esses tempos. Não é fácil mudar de pensamento, corrigir os defeitos, olvidar ligações, omitir medidas e esconder decisões. Não é simples fazer o mesmo por outros meios ou tentar fazer legalmente o que sempre se fez na ilegalidade. A única maneira de manter a impunidade de quem serviu Sócrates e agora serve Costa, de quem se serviu e agora pretende que tal não se veja, consiste em condicionar a liberdade de expressão. Pena é que haja tanta gente disponível para esta ingrata missão. E pena é que não haja oposição. Nem de direita, nem de esquerda. (ler artigo aqui texto completo)

Folha Em Branco

    É dificil traduzir certas emoções, a sensação parece como uma folha em papel branco, 
    antes estava colorida, com cores bem vibrantes. Hoje a folha está em branco, sem cor. 
    Mas perceba, que o branco é o novo, é a mudança. Uma folha em branco é uma nova folha 
    para que novas cores pintem novas emoções.
     Gustavo Boroni 

sábado, 30 de novembro de 2019

Notícias Ao Fim Da Tarde


Isto É Inaceitável: Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE, (SPMS) Vão Desligar Totalmente Os Sistemas Informáticos De Suporte Às Receitas Eletrónicas

 Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE, (SPMS) vão desligar totalmente os sistemas informáticos de suporte às receitas eletrónicas entre as entre as 14 horas deste sábado e as 08 horas de amanhã, domingo. Assim, a Associação Nacional de Farmácias (ANF) apela para que os utentes tentem aviar as suas receitas antes deste período.(saber mais aqui)

“É inaceitável que um distúrbio desta magnitude no sistema de suporte às receitas médicas seja comunicado subitamente, de véspera, impedindo as farmácias e os próprios doentes de planificarem alternativas”, acrescentou Miguel Lança.

A ANF considera que “este lamentável episódio mostra que o doente ainda está muito longe de ser o centro do sistema de saúde em Portugal, existindo empresas públicas que tomam decisões como se estivessem sozinhas no mundo”.

Abraços, Sorrisos ...

Sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça 
e agora sono.
(Clarice Lispector) 

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Notícias Ao Fim Da Tarde (act.)