terça-feira, 30 de agosto de 2016

Ver Correr A Esperança

De bruços sobre o lavatório, abro a torneira, tapo o ralo, fico alguns momentos a ver correr a esperança, que vai enchendo aos poucos a bacia. Depois fecho a torneira e, retirando a tampa, vejo-a escoar-se em gorgolejos que cada vez são mais humanos e mais fundos. É a respiração do ralo, que só então dou conta de que está dentro de mim, por uma dessas distorções a que é costume eu ser atreito e que me impede ainda de me ver no próprio espelho, que, apesar de se encontrar à minha frente, não consigo deslocar do avesso dos meus olhos.

Os meus sentidos rangem, solidários com os canos, eles que eu gostaria de poder assimilar ao mar, a um céu azul, desanuviado, e que jamais me dão do espírito visões onde não se encastoem nuvens e rebentem tempestades.

Repito a operação. Mergulho às vezes as mãos na minha esperança, mas retiro-as ao cabo de algum tempo, antes que se transformem em raízes. Destapo uma vez mais o ralo. Assim corre a amizade - penso, olhando o redemoinho -, assim correm os afectos, que, depois de encherem a bacia onde a custo nos lavamos sem os fazermos transbordar, se escoam sem regresso em direcção ao caos.

Luís Miguel Nava    

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Insólito

Mais de 300 renas selvagens morreram atingidas por raios no sul da Noruega, indicaram hoje as autoridades norueguesas sobre o maior incidente do género de que há conhecimento até à data.
As 323 renas, incluindo 70 crias, foram encontradas na sexta-feira por um guarda de caça no planalto de Hardangervidda, um parque nacional onde o maior rebanho de renas selvagens – cerca de 10.000 – se move livremente.

Imagens de televisão mostraram os cadáveres dos animais deitados no chão, próximos uns dos outros.
“Houve tempestades muito fortes naquela zona na sexta-feira. Os animais mantêm-se juntos quando está mau tempo e estes foram atingidos por raios”, disse um responsável da Agência Ambiental Norueguesa, Kjartan Knutsen, citado pela agência de notícias francesa AFP.

Das 323 renas mortas, cinco tiveram de ser abatidas devido a ferimentos graves.
Existem cerca de 25.000 renas da tundra selvagem na Noruega, nas cadeias montanhosas do sul do país, de acordo com os especialistas.

Fonte: JM

Se Tudo Continuar Por Esta Via, Um dia Quando Acordarem Será Tarde Demais.

O Governo quer criar o estatuto de "senhorio de cariz social" através da atribuição de benefícios aos proprietários que arrendem imóveis por valores limitados às famílias de classe média e média baixa.
As rendas vão ficar congeladas mais cinco anos, indicando que o Governo, o PS e o Bloco de Esquerda chegaram a acordo para rever o Novo Regime de Arrendamento Urbano (NRAU) alterado pelo executivo de Passos Coelho em 2011.
De acordo com o CM, "o período transitório de protecção dos inquilinos é de cinco anos e termina em 2017, mas vai ser alargado para dez anos". (Público
Todos os erros cometidos no passado voltaram - a recuperação de imóveis que começava a pouco e pouco a ser conseguida vai ficar definitivamente encalhada, até que os prédios caiam.Caminhamos a passos largos para um regime em que tudo vai sendo estatisado, regime antidemicrático - nunca os cidadãos foram consultados se essa era a via que queriam para o seu país. Certo é que se tudo assim continuar, um dia quando muitos adormecidos acordarem será tarde de mais.

Quando Achamos Que Tudo Vai Ficar Parado ...

E quando achamos que tudo vai ficar parado, estagnado, vem o vento e bagunça tudo, para que você se obrigue a organizar novamente, ou por que precisava simplesmente mudar ou você merecia algo melhor do que estava ali.

AG      

domingo, 28 de agosto de 2016

É Preciso Ter Lata Catarina !

Segundo Catarina Martins, o BE não enviou um representante ao congresso do MPLA por "não pactuar com ditaduras". 

É preciso lata, mas também é preciso uma audiência particularmente anestesiada. Catarina, a Pequena, poderia justificar a ausência do partido dela em Luanda com o clima, o transtorno das viagens ou a aversão a mandioca: com a ditadura angolana é que não.

Até é ridículo ter de lembrar a simpatia apaixonada do BE pela ditadura palestiniana, ou a simpatia assumida do BE pela ditadura venezuelana, ou a simpatia mal disfarçada do BE pela ditadura cubana, ou ainda, se espreitarmos o respectivo site, a guarida que o BE oferece a sumidades sortidas, especialistas na veneração de totalitarismos sortidos. 

E é confrangedor ter de lembrar tudo o que os senhores (e senhoras) do BE já disseram, escreveram e pensaram sobre por exemplo os regimes americano, alemão, britânico, israelita, espanhol e português, este no tempo em que por cá governavam os partidos vencedores de eleições.

Pensando melhor, e não é necessário pensar muito, o BE só pactua com ditaduras. O problema do BE, e da extrema-esquerda em geral, é exactamente com as democracias, conceito absurdo que deixa aos cidadãos a possibilidade de escolherem o oposto da miséria com que o BE sonha. 

O caso de Angola é uma excepção "estratégica", e embora se trate de uma evidente autocracia é capaz de possuir residuais virtudes que me escapavam antes do alerta do BE. Vou ver. Quanto ao resto, prefiro tapar os olhos: é chato sermos burlados por vigaristas, e humilhante sermos burlados por vigaristas sem talento.

Fonte: Alberto Gonçalves, O BE não pactua é com democracias, DN

Alma Gémea

Nenhum sonho custa tanto a abandonar como o sonho de ter uma alma gémea, nem que seja noutro canto do mundo, uma alma tão perto da nossa como a vida. (...)

As almas gémeas quase nunca se encontram, mas, quando se encontram, abraçam-se. Naqueles momentos em que alguém diz uma coisa, que nunca ouvimos, mas que reconhecemos não sei de onde. E em que mergulhamos sem querer, como se estivéssemos a visitar uma verdade que desconfiávamos existir, de onde desconfiamos ter vindo, mas aonde nunca tínhamos conseguido voltar.

O coração sente-se. A alma pressente-se. (...)

A alma não deseja, não tem saudades, não sofre nem se ri; a alma decide o que o coração e a razão podem decidir. (...)
A não ser que se encontre uma alma gémea. Gémea não é igual. É parecida. Não é um espelho. É uma janela. Não é um reflexo. É uma refracção.
O desejo de encontrar uma alma gémea não é o desejo de reafirmarmos a unicidade da nossa existência através de outro que é igual a nós. É precisamente o contrário. É poder descansar dessa demanda. (...)
Uma alma gémea é a prova que não estamos sozinhos. Ou seja: é a prova de que a alma existe. Não faz nem diz o mesmo que fazemos e dizemos — mas tem uma forma de fazer e dizer tão parecida com a nossa, que deixa de interessar o que é dito e feito. 

Uma alma gémea faz curto-circuito com os fusíveis corpo/coração/razão. Não é o «quê» — é o «porquê». O estado normal de duas almas gémeas é o silêncio. Não é o «não ser preciso falar» - é outra forma de falar, que consiste numa alma descansar na outra. Não é a paz dos amantes nem a cumplicidade muda dos amigos. Não precisa de amor nem de amizade para se entender. As almas acharam-se. Não têm passado. Não se esforçaram. Estão. É essa a maior paz do mundo. Como é que um ninho pode ser ninho doutro ninho? Duas almas gémeas podem ser.

Como é que se reconhece a alma gémea? No abraço. O coração pára de bater. A existência é interrompida. No abraço do irmão, do amigo, da amante, há sensação, do corpo, do tempo, do coração. Há sempre a noção dum gesto posterior. No abraço de duas almas gémeas, mesmo quando se amam, o abraço parece o fim. Uma pessoa sente-se, ao mesmo tempo, protegida e protectora. E a paz é inteira - nenhum outro gesto, nenhuma outra palavra, é precisa para a completar. Pode passar a vida toda. Não importa.

Quando duas almas gémeas se abraçam, sente-se o alívio imenso de não ter de viver. Não há necessidade, nem desejo, nem pensamento. A sensação é de sermos uma alma no ar que reencontrou a sua casa, que voltou finalmente ao seu lugar, como se o outro corpo fosse o nosso que perdêramos desde a nascença.

Miguel Esteves Cardoso

sábado, 27 de agosto de 2016

No Diagnóstico De Cancro Computadores Superam Patologistas

Programas de computador alimentados com dados suficientes e adequados são mais precisos do que patologistas experientes na avaliação de exames em busca de sinais de câncer.
Um programa elaborado com base em uma técnica conhecida como "aprendizagem de máquina" mostrou-se capaz de identificar características críticas da doença e diferenciar com precisão entre diferentes tipos de câncer. O programa também previu o tempo de sobrevida dos pacientes melhor do que o método padrão usado pelos patologistas, que se baseia na classificação dos tumores por grau e estágio.
"A patologia como é praticada hoje é muito subjectiva. Dois patologistas altamente qualificados que avaliam a mesma lâmina vão concordar apenas cerca de 60% das vezes," explica o professor Michael Snyder, da Universidade de Stanford (EUA).
No diagnóstico por computador :
Os pesquisadores usaram 2.186 imagens de biópsias de uma base de dados chamada Atlas do Genoma do Câncer, obtidas de pacientes com adenocarcinoma ou carcinoma de células escamosas, dois tipos de câncer.
A base de dados também contém informação sobre o grau e o estágio atribuído a cada câncer e quanto tempo cada paciente sobreviveu após o diagnóstico, fornecendo assim todos os elementos para avaliar a capacidade do programa em diagnosticar acertadamente com base apenas nas imagens iniciais das biópsias.
Os pesquisadores usaram as imagens para "treinar" o programa de computador, que passou a avaliar muito mais características específicas do câncer do que é possível detectar pelo olho humano - cerca de 10.000 características, contra algumas centenas geralmente identificadas por patologistas experientes.
Com maior número de informações, o programa se mostrou muito preciso no diagnóstico, em um nível inalcançável pelos patologistas. Embora tenham trabalhado com apenas dois tipos de tumores, os pesquisadores afirmam que a técnica é extensível a virtualmente qualquer tipo de diagnóstico baseado na análise de imagens.
Os resultados foram publicados na revista Nature Communications.

Frase Libertária

A vida, a liberdade e a propriedade não existem pelo simples facto de os homens terem feito leis. Ao contrário, foi pelo facto de a vida, a liberdade e a propriedade existirem antes que os homens foram levados a fazer as leis.

Frédéric Bastiat  

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Suspensão Da Proibição De Burkinis Em França

A proibição de burkinis em França foi suspensa pelo Conselho de Estado daquele país.
Segundo o The Telegraph, o mais alto tribunal administrativo de França considerou que a proibição "constituiu uma infracção grave e manifestamente ilegal das liberdades fundamentais".

Com certeza. Decisão certa.
Homens e mulheres de calções, chinelos, sutiã, minissaia, cavas até à cintura etc, (muitas vezes a cirandar pelas instituições públicas) - é corrente, mas - conveniente? Então porque não burkinis?

Totalmente contra - cara tapada.

Boa Noite !


""Sonhe com as estrelas,""
apenas sonhe, 
elas só podem brilhar no céu. 
Não tente deter o vento, 
ele precisa correr por toda parte, 
ele tem pressa de chegar, sabe-se lá aonde.


Fernando Pessoa 

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Homem Detido Por Aparente Tentativa De Assassinar Merkel

A policia deteve uma pessoa depois de uma aparente tentativa de assassinar Angela Merkel, escrevem alguns jornais ingleses, entre eles o Metro.

Um homem armado que conduzia um Mercedes 4x4 preto, foi detido depois de alegadamente se ter infiltrado na comitiva da chanceler alemã, numa visita a Praga.
A polícia checa confirmou a detenção do suspeito e a intenção que o mesmo tinha de “usar a violência contra um oficial”.
O porta-voz da polícia, Josef Bocan, contou que o suspeito se recusou a obedecer às ordens da polícia que acompanhavam o percurso da chanceler alemã do aeroporto, tendo o suspeito tentado juntar-se à comitiva a todo o custo. Só parou e saiu do carro depois de a polícia o ter avisado que iriam disparar sobre ele.
“Graças ao profissionalismo dos oficiais, a vida de Angela Merkel não esteve em risco”, disse ainda o mesmo porta-voz.
Além deste incidente, Angela Merkel foi recebida na República Checa num ambiente de alguma tensão, com alguns protestos contra o chanceler.

Fonte:Notícias ao Minuto

Portugal De Novo Sob Pressão

Relatórios de bancos de investimento e artigos na imprensa estrangeira traçam perspectivas desanimadoras. Handelsblatt escreve mesmo que “um novo resgate parece inevitável”.
"Porque Portugal pode ser o próximo desastre económico da Europa", titula o site financeiro norte-americano MarketWatch, num artigo desta semana. Não é caso único. Portugal tem sido alvo de vários textos e relatórios de bancos de investimento pouco abonatórios. O último foi divulgado esta quinta-feira, 25 de Agosto, pelo Nomura.

O banco de investimento japonês salienta que "os elevados níveis de endividamento continuam a representar um risco", salientando que as obrigações portuguesas têm estado sobre pressão após os comentários da DBRS, no dia 19 de Agosto. Os títulos da dívida portuguesa estiveram em alta na semana passada, voltando a negociar acima dos 3% nas obrigações a dez anos, segundo dados da Bloomberg. A percepção de risco, medida pela diferença para os títulos da Alemanha, subiu para os 308,15 pontos base na segunda-feira, o nível mais alto desde meados de Julho.

O Financial Times escrevia na terça-feira que o "sell-off", uma venda acelerada de títulos, continuava a lavrar nas obrigações portuguesas). mais aqui)
 Isto, apesar de a Fitch ter mantido a classificação e o "outlook" para a dívida portuguesa na sexta-feira anterior, dia 19. O artigo do diário britânico também atribui a escalada nos juros a renovados receios de que a agência de "rating" DBRS baixe a classificação de Portugal, o que ameaçaria o acesso ao programa de compra de activos do BCE, já que é a única que atribui uma notação de "grau de investimento" (um nível acima de "lixo"). (

Um artigo publicado esta segunda-feira no diário financeiro alemão Handelsblatt vai ainda mais longe. Sob o título "Pressão sobre Portugal aumenta", Sandra Louven escreve que "Portugal está a caminho de outra crise financeira, devido ao elevado endividamento, baixo crescimento e bancos frágeis." E diz mesmo: "Um novo resgate da União Europeia parece inevitável", uma afirmação a fazer lembrar 2011. O artigo, reservado a assinantes, refere a subida das taxas de juro de Portugal e a já citada entrevista de McCornick à Reuters.

Justificados ou não, estes relatórios e artigos na imprensa internacional não ajudam à percepção externa de Portugal ou a atrair investimento. 

Como Explicar Tanta Actividade Sísmica Em Itália ?

Itália é frequentemente afectada por terramotos, mas a esmagadora maioria não têm qualquer consequência. A geologia italiana explica porque há tanta actividade sísmica.
Sub-placa do Mar Adriático
Uma parte significativa do território italiano tem um nível elevado de perigosidade sísmica, sobretudo na região central e do sul. Isto deve-se ao facto de o país estar num local da Terra onde se encontram duas placas tectónicas: a euro-asiática e a sub-placa do Mar Adriático. Foi da colisão dessas duas estruturas que nasceram as montanhas dos Apeninos, que atravessam Itália de norte a sul. Essas placas continuam a mover-se e, por isso, os sismos são frequentes. O terramoto de L’Aquila foi provocado pelo afastamento abrupto das placas; o de Bolonha, em 2012, deveu-se ao movimento contrário, o choque. Agora, foi novamente o afastamento das placas que provocou o sismo.

Todos os anos há entre seis a sete mil sismos em Itália, segundo os dados do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia daquele país. Mas há anos que escapam a estas estatísticas, como 2009, em que se registaram perto de 23 mil abalos, 17 mil dos quais na região em redor de L’Aquila.

Mas, o que faz com que a Terra trema?

O planeta Terra é composto por camadas: a crosta terrestre, o manto e o núcleo, todas elas separadas por fronteiras a que os geólogos chamam “descontinuidades”. A crosta terrestre é semelhante a um puzzle, em que cada uma das peças chama-se “placa tectónica”. Em alguns casos, essas placas chocam entre si — são as placas convergentes, onde a crosta terrestre se destrói. Noutros casos, as placas afastam-se uma da outra — são as placas divergentes, onde a crosta terrestre se renova. E ainda há locais onde elas não se afastam nem aproximam, mas roçam uma na outra — são as placas conservativas.
É então fácil de perceber que a crosta terrestre nunca está quieta. Ela mexe-se porque está assente numa camada plástica.(continuar a ler)

terça-feira, 23 de agosto de 2016

É No Mediterrâneo Que Existe O Pedaço De Crosta Oceânica Mais Antiga Da Terra

O oceano Atlântico começou a formar-se há 180 milhões de anos. Por isso, a crosta oceânica mais antiga deste oceano terá de ter menos do que essa idade. Em zonas continentais, encontram-se formações rochosas de crosta oceânica que pertencem a mares e oceanos bastante mais antigos, que hoje não existem. Até agora, a crosta no oceano mais antiga estava situada a leste do Japão e tem apenas 190 milhões de anos, formada no Jurássico, em pleno Mesozóico.

Mas Roi Granot, geólogo da Universidade Ben-Gurion do Negev, em Israel, mostrou no seu artigo na Nature Geoscience que no mar Mediterrâneo existe um pedaço de crosta oceânica que terá sobrevivido muito mais tempo.
O cientista estudou as bacias de Heródoto e do Levante, que ficam no extremo Leste daquele mar, entre o Egipto, o Médio Oriente e Chipre. A crosta original nesta região encontra-se tapada por uma camada de mais de dez quilómetros de sedimentos. O que o investigador quis analisar estava por baixo dessa camada de sedimentos.

 Quando se analisa a crosta oceânica, encontra-se um padrão de orientação dos minerais magnéticos que traduz mudanças da orientação do campo magnético terrestre.
Roi Granot encontrou um padrão típico destas bandas na bacia de Heródoto. “Aqui estou no meio do Leste do Mediterrâneo e vejo esta característica que atravessa todo o mar, de Norte a Sul”, disse o investigador, citado numa notícia da revista de divulgação científica New Scientist, referindo-se às bandas. “Esta característica só pode ser criada em crosta oceânica.”

O investigador não sabe ainda a que mar pertenceu aquele pedaço de crosta na altura da sua formação. Ao longo dos milhões de anos necessários para os continentes da Terra se juntarem na Pangeia e depois se separarem, existiram naquela região dois oceanos de Tétis. Primeiro o Paleotétis, que depois foi substituído pelo Neotétis, com criação de nova crosta oceânica. Ambos eram no Leste da Pangeia. (Fonte: Público)

Ora, o pedaço de crosta oceânica com 340 milhões de anos poderá também desvendar um pouco da história dos dois Tétis. Se a região estudada fez parte do novo sistema de formação de crosta que deu origem ao Neotétis, então este oceano é “pelo menos 50 milhões de anos antes do que se supunha”, considera o investigador no artigo. Será preciso perscrutar melhor a região para poder concluir se esta relíquia geológica é dos tempos do Paleotétis ou do Neotétis.

Berenberg : Portugal É Um Problema Devido À Reversão Das Reformas

A Berenberg faz uma análise a Portugal e Espanha, este último um país "exemplo" que conseguiu sair da crise, mesmo enquanto se debate com uma crise política que parece não ter solução. Já Portugal é visto como "problema", devido essencialmente a ter revertido reformas em curso.
Numa nota de análise, publicada na sexta-feira, 19 de Agosto, a Berenberg faz uma análise aos países que no auge da crise económica que assolou a Zona Euro foram alvo de resgate: Espanha, Portugal, Grécia, Irlanda e Chipre. A análise concentra-se no "exemplo espanhol" e no "problema português".

"Depois de ter feito um grande progresso até 2014, Portugal está agora a pagar o preço pela reversão de algumas reformas", realça o banco de investimento alemão Berenberg.(continuar a ler)

Eis as consequências do caminho prometido por Costa ... - afundanço 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Lavagem De Dinheiro Com Estágios Profissionais

Os estágios profissionais do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) estão a ser alvo de fraude. O Jornal de Notícias escreve esta segunda-feira que os patrões obrigam os estagiários a devolver a comparticipação que a empresa tem no salário e a pagar a taxa social única, uma despesa que devia ser suportada pela entidade empregadora. O presidente do Conselho Nacional da Juventude fala em inúmeras denúncias, embora sem queixas formalizadas, e de uma "autêntica lavagem de dinheiro".

Arquitectura, pequeno comércio, advocacia e psicologia são as áreas mais afectadas. O Conselho Nacional da Juventude referiu que tem recebido muitas denúncias, mas que acabam por não resultar em qualquer queixa formal.O presidente do Conselho Nacional da Juventude adianta mesmo que é uma "autêntica lavagem de dinheiro", com estas empresas a declararem os subsídios e a gozarem de benefícios fiscais quando na realidade recebem o valor de volta. (continuar a ler)

Assim acontece um pouco por todo o lado. Nunca julguei possível viver um 'tempo' assim -desconfiança total. Desconfiança nas instituições, desconfiança nos políticos, desconfiança nos prestadores de serviços, desconfiança em tudo e em todos, até nos médicos - Cansaço e tristeza.


Se até há pouco estávamos mal, desde que um partido se associou a outros de ideologia  muito diferente sem ter qualquer aval dos eleitores, exclusivamente com o intuito de colocar um homem da sua facção, irmandade ou o que lhe queiram chamar à frente do Governo - começou o descalabro e cada vez mais as restrições à liberdade - tudo o que fazemos, o que compramos, o que vendemos, o que damos, o que recebemos , quem vive connosco, quantas vezes vamos ao hospital ou ao centro de saúde, quantas divisões tem a nossa casa  e se está virada sul ou a norte virada para o cemitério ou para o rio, etc.- em tudo somos vigiados. O Estado espreita por todo o lado e a todas as horas e saca tudo o que encontra pelo caminho. Aos poucos o Estado vai tomando conta de tudo e de todos ( de fora ficam os seus (deles) protegidos, padrinhos, afilhados e Cp. Lda)  Será isto que a maioria dos portugueses querem ? Alguém lhes perguntou?

Quando Faças, Supremamente Faze ...


Quanto faças, supremamente faze.
Mais vale, se a memória é quanto temos,
Lembrar muito que pouco.
E se o muito no pouco te é possível,
Mais ampla liberdade de lembrança
Te tornará teu dono.

Ricardo Reis

domingo, 21 de agosto de 2016

Encontrado Um Descomunal Templo Megalítico A Cerca de 3 Km De Stonehenge

Uma equipa de arqueólogos encontrou o que parece ser um descomunal templo megalítico de madeira, a pouco mais de 3 quilómetros de um seu conhecido rival – Stonehenge.

Segundo o jornal britânico The Independent, o achado é composto pelo que parece ter sido um vasto círculo de postes de madeira gigantes, com 500 metros de diâmetro.
O monumental círculo foi encontrados a noroeste do sítio arqueológico de Durrington, onde o ano passado foi descoberto um super-monumento neolítico constituído por cerca de cem monólitos – a maior estrutura neolítica do Reino Unido.

Segundo os arqueólogos britânicos responsáveis pela notável descoberta, a concentração de formações neolíticas encontradas na região sugere que o famoso monumento de Stonehenge poderá ter sido construído numa época de intensa rivalidade religiosa, e eventualmente política.
A escavação foi liderada pelos arqueólogos Vince Gaffney, professor da Universidade de Bradford, e Mike Parker Pearson, da University College de Londres.

A descoberta de que se tratava na realidade de gigantescos postes de madeira mudou completamente a percepção da importância do sítio – o maior monumento antigo deste tipo na Grã-Bretanha.
A mais surpreendente descoberta que o local trouxe, no entanto, foi a de que a construção do complexo circular nunca terá chegado a ser completada – tendo sido interrompida, aparentemente, pouco tempo depois de iniciada a sua construção.

Os 200 a 300 postes, com 6 a 7 metros de altura e 60 a 70 cm de diâmetro, seriam aparentemente usados para apoiar ou expandir uma construção mais complexa.
Mas ao que tudo indica, os trabalhos no círculo foram interrompidos, cerca de 2460 AC, apesar de o círculo estar quase completo.

Segundo os arqueólogos, a razão mais provável para a paragem abrupta da obra é que tenham ocorrido na altura mudanças sociais, políticas ou religiosas na região.

“Estas descobertas lançam luz sobre a complexidade anteriormente desconhecida dos eventos religiosos e políticos da região, durante o período em  que as maiores pedras de Stonehenge foram erguidas”, explica ao The Independent o arqueólogo Nick Snashall, director do Stonehenge & Avebury World Heritage Site.

Ou seja, algo como um golpe de estado neolítico terá impedido que hoje houvesse um imponente monumento de madeira a fazer sombra a Stonehenge.