segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Viajantes Escolheram Os 10 Melhores restaurantes De Alta Gastronomia Em Portugal - Quer Saber Quais São? - Ora Leia

Segundo o ranking do Tripadvisor, o vencedor é ...

o DOC, em Armamar, distrito de Viseu. O restaurante, que é um dos três do chef Rui Paula - que tem também o DOP no centro histórico do Porto e foi distinguido em 2017 com uma estrela Michelin na Casa de Chá da Boa Nova - já fazia parte da lista dos 25 melhores restaurantes de alta gastronomia do mundo, em 15.º posto. O primeiro lugar pertence ao pub britânico The Black Swan, em Oldstead. 

O Paparico, no Porto, em segundo lugar.

Em terceiro o restaurante Cris's, no Funchal, Madeira. 

O Belcanto, de José Avillez, fica com o quarto lugar. 

Em quinto, está o Restaurante Oxalá, em Ovar. 

Na segunda metade da lista vem, em sexto, o Mini Bar de José Avillez. 

O Restaurante dos Artistas, em Lagos, fica em sétimo.

O Restaurante do Forte, no Funchal, em oitavo.

O nono restaurante da lista fica no Porto, o Ode Porto Wine House. 

A terminar o top dez, o restaurante As Salgadeiras, em Lisboa.

Esta É A Frase

«Para PCP/BE, cortes salariais são inaceitáveis e merecem moção de censura. Mas falhar na protecção da população não merece e quem a propõe é “grotesco”. O acesso ao poder faz, vê-se, toda a diferença.»

O acesso ao poder explica as diferenças e o cinismo. Há, de facto, oportunistas nesta história. E fica bem claro quem são.

Alexandre Homem Cristo, OBSR 

A Noite Vem Pousando Devagar


A noite vem pousando devagar
Sobre a terra que inunda de amargura...
E nem sequer a bênção do luar
A quis tornar divinamente pura...


Ninguém vem atrás dela a acompanhar
A sua dor que é cheia de tortura...
E eu ouço a noite a soluçar!
E eu ouço soluçar a noite escura!

Por que é assim tão escura, assim tão triste?!
É que, talvez, ó noite, em ti existe
Uma saudade igual à que eu contenho!

Saudade que eu nem sei donde me vem...
Talvez de ti, ó noite!... Ou de ninguém!...
Que eu nunca sei quem sou, nem o que tenho!


Florbela Espanca 

domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias Soltas (act.)

*Costa sob fogo no PS e Assis defende-o

*Especialistas: novas medidas são “o primeiro passo concreto para o fogo absolutamente desastroso de 2030”

*Jovem atacou pessoas com machado na Suíça. Vários feridos


Cavernas Na Lua Confirmam As Previsões De Kubrick E Clarke

Gravura meramente ilustrativa.
O crédito da descoberta é da JAXA,
do Japão, e não da Nasa
A descoberta, esta semana, de uma enorme caverna sob o solo lunar é um sonho da ficção científica tornado realidade.

Ou melhor, é a concretização de algo teorizado há muito por cientistas e usado na boa ficção.

Com mais de 50 quilómetros de comprimento e uma largura média de 100 metros, a caverna agora descoberta pela sonda japonesa Selene será um tubo de lava, de uma era em que o nosso satélite foi vulcanicamente ativo.

É difícil sublinhar a importância da descoberta para o futuro espacial da humanidade. Um dos maiores desafios que os cientistas enfrentam na conceção e preparação de missões tripuladas ao "espaço profundo" é a proteção dos seres humanos das radiações. Desde os ultravioletas do Sol aos raios cósmicos, a radioatividade provoca mutações genéticas (como o cancro) nos seres vivos ou, em doses elevadas, é mesmo capaz de tornar a vida impossível

Na superfície do nosso planeta, a atmosfera (a camada de ozono) e o campo magnético terrestre protegem-nos. Mesmo em órbita baixa, como aquela em que se encontra a Estação Espacial Internacional, o campo magnético da Terra é ainda suficientemente forte para defletir a maioria das partículas nocivas.

"Lá fora", no entanto, há que encontrar soluções de proteção. Assim, para poder construir bases permanentes na Lua ou em Marte, por exemplo, teremos de primeiro solucionar este problema.

Uma solução é enterrar os habitats. O solo é um eficaz (e natural) escudo antirradiação. Mas só o hipotético custo do transporte de equipamento pesado para escavar estruturas subterrâneas na Lua ou em Marte torna a ideia praticamente inviável. Já só ter de adaptar uma estrutura preexistente seria muito mais fácil.

A caverna agora descoberta pode ser isso mesmo. (continuar a ler)

Aqui Nesta Praia ...

Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente 
Ondas tombando ininterruptamente,
Puro espaço e lúcida unidade,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.

Sophia de Mello Breyner Andresen 

sábado, 21 de outubro de 2017

Notícias Soltas

Exame Directo No Consultório? Em Breve Pode Acontecer

O chip de análise funciona com uma única gota de
fluido corporal e um laser comum.
[Imagem:
Gatterdam et al/Nature Nanotechnology 2017]
Muita coisa pode ser detectada no sangue ou na urina: doenças virais, distúrbios metabólicos ou doenças autoimunes podem ser diagnosticadas com testes laboratoriais, por exemplo.
Mas esses exames demoram, são caros e alguns são bastante complexos, gerando filas e irritantes pedidos de autorização nos planos de saúde.

Muito melhor seria se os exames pudessem ser feitos rapidamente no próprio consultório médico, para que o paciente já pudesse sair com a receita e começar o tratamento o quanto antes.

É nisso que estão trabalhando cientistas do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (Suíça), em colaboração com engenheiros da empresa Roche.
O grupo desenvolveu um método de análise completamente novo, baseado na difração da luz em moléculas.

O exame é inteiramente feito em um pequeno chip. Medindo a luz que se espalha, o chip identifica as moléculas por uma técnica de holografia - por isso o método foi batizado de molograma, um holograma molecular.
Pequeno e rápido, o chip promete permitir, em um futuro próximo, que os médicos façam exames complexos em seu próprio consultório.(DS)

"Esperamos que esta tecnologia permita que mais testes de laboratório sejam realizados diretamente no consultório médico no futuro, e não em um laboratório especializado. E, no futuro mais distante, os pacientes poderão até mesmo usar a tecnologia em casa," disse o professor Janos Voros, membro da equipe.

É Mau De Mais Para Ser Mentira. Como Estamos Em Portugal É Péssimo O Suficiente Para Ser Verdade

Se fosse uma personagem de ficção, o dr. Costa seria exagerado e o seu autor arrasado pela crítica. Ninguém acreditaria em criatura tão primária e paródica. O dialecto é demasiado pobre. O oportunismo é demasiado infantil. O provincianismo é demasiado caricatural. O descaramento é demasiado forçado. A ambição é demasiado brutal. A manha é demasiado ostensiva. O ridículo é demasiado evidente. A perversidade é demasiado tosca. O estilo é demasiado repulsivo. A boçalidade é demasiado boçal. A desumanidade é demasiada, ponto. Tudo no dr. Costa, das roupas aos risos e dos truques às palavras (digamos), se confunde com um boneco, ou o estereótipo superficial de um político grotesco.
O dr. Costa, em suma, é mau demais para ser mentira. Infelizmente, como estamos em Portugal, é péssimo o suficiente para ser verdade. E a crítica da especialidade, que alucinadamente começou por atribuir ao homem inconcebíveis virtudes, ainda não terminou de venerá-lo – apenas conteve a veneração durante a semana, já que, parecendo que não, cento e tal mortos sempre impõem algum recato.
(excertos do artigo de Alberto Gonçalves, OBSR)

No Comments


Sorria ...

Um sorriso enriquece quem o recebe, sem empobrecer quem o oferece. 

Mário Quintana 

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Notícias Soltas (act.)



Uma Técnica Cínica De Exercício De Poder

Houve quem tivesse notado que nenhum outro presidente da república fora tão duro desde o general Eanes. Mas o ponto é que também nunca um chefe de governo foi tão frouxo na sua resposta ao presidente.

Em primeiro lugar, tudo o que ele não fez em quatro meses, depois de Pedrogão Grande. Porque foram precisos mais 43 mortos? Porque optou por mais uma “reforma florestal”, à D. Dinis, em vez de se ocupar, por exemplo, das faixas de segurança à volta de estradas e povoações, como manda a lei? Porque não fez funcionar a Protecção Civil?

Manuel Alegre falou de “amiguismo”, outros falaram do seu paroquialismo lisboeta. Mas a dificuldade de António Costa é mais profunda. É de quem, como explicou aos jornalistas na noite de domingo, não acredita que seja possível fazer melhor, e que por isso foi capaz de dizer, enquanto os mortos eram contados, que haveria mais tragédias para o ano e que a demissão da ministra não faria a mínima diferença. 

De súbito, eis um primeiro-ministro que os mais distraídos ou perversos sempre tinham descrito como um optimista bonacheirão, revelado como o seu contrário, um céptico frio e brusco.

Para salvar a sua carreira, teve de se aliar com partidos que negam tudo o que o PS representou, a começar pela integração europeia. 

É um primeiro-ministro fraco, dependente de negociações constantes com este e aquele, não só em Lisboa, mas, devido à vulnerabilidade financeira do país, também em Bruxelas. A fraqueza explica a “capitulação” perante o discurso presidencial de terça feira. Houve quem tivesse notado que nenhum outro presidente fora tão duro desde o general Eanes. Mas esse não é o ponto. O ponto é que também nunca um chefe de governo foi tão frouxo na sua resposta ao presidente.

É isto que lhes ficou ao fim de mais de quinze anos de governo em duas décadas: uma técnica cínica de exercício do poder. O resto já não lhes importa, e por vezes mal conseguem disfarçar a sua impaciência, como aconteceu ao primeiro-ministro na noite de domingo. “Não me faça rir”, disse à jornalista. Há muito que todas as piedades do regime não têm outro efeito senão esse, fazê-los rir. Este é de facto o primeiro governo da desistência nacional.

Excertos do artigo de Rui Ramos, OBSR

Façamos Da Interrupção ...

Façamos da interrupção um caminho novo.
Da queda um passo de dança,
do medo uma escada,
do sonho uma ponte, da procura um encontro!

Fernando Sabino  

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Notícias Soltas (act.)



*Índice que mede populismo chega a níveis da Segunda Guerra Mundial


Esta É A Frase: O Vazio Vai Continuar Coberto De Habilidade

“Face a uma catástrofe, tudo aquilo de que Costa é capaz é de recorrer a toda a espécie de malabarismos que lhe granjearam a dúbia fama de político excepcionalmente habilidoso. Só que, confrontado com uma realidade não moldável aos exercícios circenses a que nos habituou e que tanta admiração provocam nos aficionados da política, a tal habilidade revelou-se aquilo que na sua essência radicalmente é: um puro jogo destinado a preservar o poder sem qualquer princípio que respeite verdadeiramente ao bem público. 
Quer dizer: uma coisa oca produzida pelo vazio”. Tudo o que se passou serve de confirmação destes propósitos pouco originais. António Costa é, de facto, um homem muito perigoso. O incalculável sofrimento humano destes dias não deixa margem para dúvidas.

(Paulo Tunhas, OBSR

O Que Se Leva Da Vida É ...


... A vida que se leva...

Só se deixa ...  Então, 
 te deixo o meu melhor ...

Meu melhor sorriso, 
Meu maior abraço,
Minha melhor história,
Minha melhor intenção,
Toda minha compreensão.
E do meu amor, a maior porção.
Só quero ficar na memória de alguém 
como outro alguém que era do bem!

Antoine de Saint-Exupéry 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Notícias Soltas

*Costa muda Eduardo Cabrita para a Administração Interna e escolhe amigo 

*Siza Vieira para ministro Adjunto

Costa Por Vezes A Roçar A Insolência

"Se quer que eu peça desculpa eu peço desculpa"- resposta de António Costa ao PSD. 

E a seguir falou para Marcelo: “Viverei com este peso na consciência até ao fim da vida".

Pois é: E não, não estamos em tempo de ironia. Ainda é tempo de chorar os mortos e de amparar os espoliados do fogo . 

Em poucas palavras: insolência e falta de Sentido de Estado. 

Tancos: Recuperação De Armas De Um Furto Inexistente É Obra Sr. ministro Da Defesa Azeredo Lopes!

Grande parte do armamento roubado em Tancos foi encontrado esta quarta-feira na Chamusca, que fica a cerca de 20 quilómetros de distância da base militar do Exército. 
A RTP garante que foram recuperadas 44 armas, explosivos e granadas, faltando apenas intercetar as munições. A mesma fonte da investigação não avança com números concretos, mas revela que “foi encontrado praticamente tudo” e acrescenta: “o mais importante está cá.”
As autoridades recuperaram o material após terem recebido uma denúncia anónima. Recorde-se que o ministro da Defesa, Azeredo Lopes, numa entrevista à TSF e ao “Diário de Notícias” a 10 de setembro, chegou a colocar a hipótese de o material nem ter sido roubado.
Logo após o roubo, as chefias militares revelaram que o material estava avaliado em 34 mil euros.
As equipas da Unidade Nacional de Contraterrorismo (UNCT) da PJ e da PJM descobriu que as portas dos paiolins foram abertas com recurso a um equipamento que não se vende em Portugal — mas sim em Espanha. Trata-se de um saca-cilindros — uma ferramenta capaz de extrair cilindros de fechaduras de forma fácil e sem provocar danos nas portas. As autoridades portuguesas enviaram uma carta rogatória às autoridades de Madrid, pedindo colaboração no caso.
Em setembro, o Chefe do Estado-Maior do Exército mandou instaurar processos disciplinares a três militares do Regimento de Engenharia n.º1, unidade que era responsável pela segurança dos paióis nacionais de Tancos quando estes foram assaltados em junho.
Um mês depois do roubo, Júlio Pereira, o então secretário-geral dos Sistema de Informações da República Portuguesa, falou em crime organizado, descartando a hipótese de os ladrões terem colocado as armas nas mãos de terroristas.
Nota: Não temos um Governo, temos um desgoverno à deriva. Haja quem ponha ordem nisto, quero dizer neste país completamente devastado.

Demissão: Já Foi Tarde, Tardíssimo.

Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, pediu demissão e o primeiro-ministro já aceitou. Constança já tinha pedido "insistentemente" para sair desde Pedrógão, escreveu  na carta.

What's the plan?



"A maioria das pessoas não planeia fracassar, fracassa por não planear."  

John L. Beckley