sexta-feira, 21 de março de 2014

É Bom Que O Governo Não Continue A Minimizar A Presença Da Vespa-asiática Em Portugal

A Quercus revelou hoje ter a confirmação da presença da vespa-asiática na cidade do Porto, exigindo ao Governo que o plano de acção contra esta espécie exótica e invasora seja "efectivamente aplicado com urgência".
O vice-presidente da Quercus, afirmou que foram observados "indivíduos, mas não ninhos, no Jardim Botânico do Porto" por um entomólogo consultor da associação.

"O Governo tenta minimizar a situação, afirmando que se trata de uma praga que existe apenas na região de Entre Douro e Minho, no entanto a Quercus tem a confirmação da sua ocorrência na cidade do Porto e teme que rapidamente se propague a outras regiões do país", alertou a associação, em comunicado enviado à agência Lusa.
Segundo João Branco, "tem de haver um plano de acção que garanta um combate eficaz"," é preciso que haja uma busca sistemática dos ninhos da vespa-asiática e sua posterior destruição", defendeu.(Fonte:SOL)


Este sábado, a Junta de Freguesia de Sá, no concelho de Monção, ia realizar uma aula gratuita de karaté para os habitantes da freguesia. No entanto, chegados ao local do evento, o edifício da Junta, os cerca de 100 participantes depararam-se com a presença de uma colmeia de vespas. De imediato suspeitaram que pudesse tratar-se de um ninho da vespa asiática ou vespa velutina, que tem atacado o Alto Minho nos últimos meses.
A Junta de Freguesia contactou o Comando Distrital de Operações de Socorro de Viana do Castelo para proceder à identificação do tipo de vespa em causa bem como para proceder à sua rápida remoção, salvaguardando a protecção e saúde dos habitantes de Sá, anunciou o autarca Filipe Ferreira em comunicado.

Para saber mais sobre esta espécie infestante e os perigos que daí advêm leia aqui.

1 comentário:

juncker naut non é juggernaut кешин disse...

bicho perigosíssimo podíamos leiloá-lo